Arquivo da categoria: Recomendando

Recomendando: Distopia

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

Hoje eu vou recomendar uma distopia para vocês, para aqueles que não sabem distopia é o contrario da utopia (um mundo perfeito e idealizado). Distopias normalmente são representadas com governos autoritários, totalitários e opressores, normalmente mostrando uma realidade possível se algo fosse extrapolado (por exemplo, uma guerra nuclear destruísse toda a população atual do mundo) e deve estar ligada a sociedade atual (como um possível futuro).

E eu vou recomendar Os jogos vorazes, eu sei, eu sei, todo mundo já cansou de ouvir falar nessa série agora que os filmes estão bombando nos cinemas, mas essa é definitivamente a melhor série distópica que eu já li até hoje. Vai dizer que você não consegue imaginar uma situação em que o mundo acabe em um regime totalitário, de novo, para controlar a população apos uma grande guerra? Porque eu vejo isso como algo possível.

Untitled-1

E eu adoro como essa história não poupa seus leitores, Suzanne Collins não tem medo de chocar e arriscar, a cada livro essa série fica mais intensa, fazendo com que as emoções aumentem a cada vez e que a ligação com os personagens fique maior. Definitivamente uma leitura que deve ser feita!

Os três livros da série já foram publicados aqui no Brasil pela editora Rocco. E você, já leu essa série? Gostou e recomendou também?

Recomendando: Romance

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

E hoje eu vou sair um pouquinho da minha zona de conforto (livros young adult) e vou partir para uma recomendação de livro adulto. O gênero escolhido dessa vez é romance, e bom, quase todos livros tem algum romance presente e vários tem ótimos romances presentes, mas eu escolhi um livro que a trama toda é baseada em cima do romance e como não podia ser diferente acabei com um livro do Nicholas Sparks.

Querido John é provavelmente meu livro favorito do autor e o recomendado da vez, esse livro criou um romance que quebrou meu coração ao lê-lo e me fez sentir indignada sobre quanto o mundo é injusto. A sinopse oficial e a capa:

Untitled-1

Eu amo John, ao longo do livro eu fui conhecendo ele mais e mais, e sim esse livro tem uma história além do romance, mas a base para todo ele foi o romance, as mudanças que John sofreu foram por causa desse romance. A principio eu achei que a história era meio fraca, um casal que fica separado a maior parte do tempo, qual é a graça dessa história então? Mas eu devorei esse livro em uma noite, como eu disse, o personagem principal cresceu em mim, e não pude largar o livro até saber como sua história acabava.

O livro foi publicado aqui no Brasil em 2010, pela editora Novo Conceito. E você já leu Querido John? Já recomendou ele para alguém também?

 

Recomendando: Fantasia Urbana

Oi gente, hoje eu estou aqui com o “Recomendando”. Algumas  terça-feiras eu vou fazer uma recomendação de livro e cada edição com um gênero diferente, a maior parte dos livros vai ficar dentre da minha zona de conforto ou seja ficção young adult. Eu vou sempre tentar mostrar os livros mais únicos ou que mais me marcaram, ou seja livros que eu penso valerem a pena serem lidos por todo mundo 🙂

Nessa edição o gênero selecionado foi Fantasia Urbana, eu amo livros com aspectos paranormais e fantásticos em geral e esse gênero une criaturas paranormais (como vampiros, lobisomens, demônios, anjos, fadas, etc.) com a nossa sociedade atual, ou seja a ambientação do livro é diferente de livros de fantasia porque se passa no nosso mundo e diferencia de livros paranormais porque mistura uma quantidade muito maior de criaturas sobrenaturais.

E a minha série preferida desse gênero é Os Instrumentos Mortais, da Cassandra Clare. Eu amo todos os livros que essa mulher escreve, mas Os Instrumentos Mortais foi a primeira série que eu li dela e que me apresentou para esse universo de Cassadores de Sombras que me cativou tanto. Vamos ler a sinopse original:Untitled-1Essa série tem tudo para entrar para a sua favorita se você ainda não leu, com personagens para lá de cativantes, um humor sarcástico, ação e uma trama que não para de nos surpreender eu não consigo imaginar você não achando algo nessa mistura para gostar.

E ai, já leu essa série? Amou como eu? Ou tem outra série de livros favoritos desse mesmo gênero?

 

Recomendando: Paranormal

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

Hoje eu vou recomendar um livro do gênero paranormal, mas honestamente eu não sei se essa é a classificação correta para esse livro – eu já vi ele ser classificado como fantasia, fantasia urbana, paranormal, magia, supernatural e mais algumas, e todas servem, só para mostrar o quão complexo esse livro é! Mas eu escolhi usar paranormal, mas se você gosta de algum dos outros gêneros fica a dica de que esse livro não se encaixa no “molde” que a maioria dos gêneros seguem.

Bom, vamos parar de enrolação, o livro em questão é “Os Garotos Corvos” da Maggie Stiefvater. Eu já tinha lido “Calafrio” da autora, mas tinha odiado, foi uma das piores leituras de 2013 achei entediante e levei séculos para terminar, mas eu já tinha ouvido falar muito bem dos outros livros da autora, um deles sendo “Os Garotos Corvos” assim quando vi a tradução dele na livraria comprei na hora e comecei a ler na hora mesmo – e me surpreendi!

Honestamente acho que esse é um dos livros que eu mais recomendo para as pessoas e é um dos meus livros favoritos de todos os tempos. Os motivos de eu amar tanto esse livro são: a sua escrita, que é lenta como em “Calafrio”, mas aqui ela funciona porque nos temos muito o que digerir, desde o começo esse livro é muito estranho (achei ele mais estranho que “Feito de Fumaça e Osso”) mas ao mesmo tempo eu nunca me senti perdida na história, como acontece em muitos livros de fantasia/paranormais; outro fator são os seus personagens, e essa é realmente a melhor parte desse livro, eu honestamente não consigo colocar em palavras o quanto eu me apeguei a esses personagens no final desse livro, eles são tão complexos e com falhas e tudo eu simplesmente amo os garotos corvos e a Blue. ❤

Resumo oficial do primeiro livro: “Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca.Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza. De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante,­ em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.”

1816364618163646

Recomendando: Paranormal + Contemporâneo

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

Hoje eu vou recomendar uma série de livros que eu mistura dois gêneros que eu amo: paranormal e contemporâneo, e a série é Elemental, da Brigid Kemmerer. A série infelizmente só está disponível em inglês até a data deste post, mas o nível é bem básico – esses livros foram um dos primeiros que eu li em inglês e não tive o menor problema enquanto lia eles, então realmente sugiro para quem está querendo começar a ler em inglês também.

Bom, essa série tem quatro livros já publicados e um quinto (e ultimo) para ser publicado em setembro (e advinha quem está contando os dias? Eu!!) e eu digo que essa série é do gênero paranormal com contemporâneo porque a premissa da série em si é paranormal – os irmãos Merrick tem poderes dos elementos, água, terra, fogo e ar, e são caçados por serem considerados perigosos para a sociedade, mas em todo livro nos temos sempre um romance e problemas que dão uma pitada contemporânea para os livros. Ótimo para fãs dos dois gêneros, e para fãs de um dos dois gêneros que quer se aventurar em algo diferente.

Untitled-4

Os livros da série são leituras super rápidas (acho que li cada livro da série em uma noite) e eles são um “guilty pleasure” meu, já que vamos combinar eles não são as maiores obras da literatura, mas são tão viciantes depois que você começa a ler. Fun Fact: eu comecei lendo a serie pelo quarto livro oops Fun Fact 2: um dos irmãos Merrick é gay,  e o seu livro é o quarto da série, Secret, que mostra um dos mais doces relacionamentos gays que eu já li na minha vida.

 

Recomendação: Livros infantis (parte IV)

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

Hoje eu estou aqui com a quarta e ultima parte para as recomendações de livros infantis e o livro dessa semana é “A fantástica fabrica de chocolates” que na realidade não é um livro só, mas sim uma duologia com a continuação sendo “Charlie e o Grande Elevador de Vidro“, infelizmente eu nunca tive a chance de ler o segundo livro, mas li e reli várias vezes o primeiro na minha infância.

O livro conta a história de Charlie, e de como a sua família luta todos os dias para ter comida e manter seus empregos, até que a sorte fica a favor deles e Charlie consegue ganhar um bilhete dourado para visitar a fábrica de chocolates do Willy Wonka. A história tem um tom moralista, mas também extremamente engraçado com uma linguagem leve e de fácil entendimento é perfeito para a transição de uma criança de uma leitura mais cheia de imagens para uma mais focada na leitura em si.

A história é atemporal e pode ser mais bem entendida por um público mais velho até do que um público infantil e inocente, mas pode ser usado como uma forma de entendimento para um mundo “mais adulto”, pois apresenta personagens com defeitos (como ganancia, desejo por violência, extremo competitivismo, etc.) e também várias cenas com Charlie e sua família que são extremamente tocantes e emocionais.

A_MUDANCA_DO_PEQUENO_VAMPIRO_1236039202P

 

Enfim, esse livro é diferente de uma leitura infantil por diversão, apresentando uma história muito mais complexa, mas que por isso mesmo é que deve ser passada adiante a cada geração. Bom, eram esses minhas recomendações para o público mais novo e eu espero ter ajudado vocês, esses são alguns dos meus livros favoritos infantis e espero que outras crianças por ai também tenham a chance de aproveitar e se divertir com eles tanto quanto eu.

Recomendando: Livros infantis (parte III)

O “Recomendando” é um espaço aqui no blog que eu uso para recomendar livros para vocês leitores, eu sempre vou selecionar um gênero especifico para recomendar e vou escolher livros que me marcaram de alguma forma ou que apresentaram um história única – basicamente livros que eu acho que devem ler lidos por todos 🙂

E a recomendação dessa semana continua nos livros voltados para o público infantil e a série dessa semana é “O pequeno vampiro”, eu não tenho a menor ideia de quantos livros essa série tem ao total, mas no Skoob tem vários livros dessa série listados. Infelizmente eu acabei só tendo um livro dessa série, e lendo só uns três do total, mas mesmo assim esses livros foram um dos que eu mais reli quando eu era criança.

Esses livros seguem o padrão de terem uma quantidade menor de desenhos, mas ter letras grandes e um número de páginas pequeno (em torno de 100 páginas para cada), acredito que crianças que já tenham tido um contato com outras leituras são mais recomendados para esse ou a partir da terceira série em diante. Diferente das minhas outras duas recomendações esse livro é do gênero paranormal, já que existem vampiros na história e isso faz com que esses livros sejam facilmente lidos em um dia – mesmo por crianças que não leram muitos livros antes dele.

O principal elemento que prende nesse livro é a ação e a surpresa do que vai se desenrolar nele, para crianças que nunca leram algo do gênero paranormal tudo que acontecer nessas histórias vai ser novo e único, e por serem livros curtos eles mantém a história sempre acontecendo. Não é preciso se preocupar com fatores assustadores no livro porque não tem, eles são voltados para o público infantil sendo assim os vampiros não são pintados como vilões assustadores.

JOGOS_VORAZES_1379948686P

E ai, vocês também tiveram um amigo vampiro na infância?